sábado, 16 de janeiro de 2010

Há dias...

...em que se abate sobre mim uma neura! Uma tristeza que não consigo explicar. Não que tenha acontecido alguma coisa. Sinto-me simplesmente aborrecida e triste. Desvanece-se toda e qualquer esperança no futuro, como se a minha vida fosse ser sempre assim. Entediada e algo infeliz. Sei que as pessoas dizem que "o meu dia há-de chegar", mas ele tarda. Além do mais, o constante adiar daquele dia em que, supostamente, irei ser feliz causa-me alguma aflição.

E se "o dia" nunca chegar? Porque é que eu tenho de esperar tanto "pelo dia"? Quem decide QUANDO chega? Quem decide SE chega?

Estamos sempre a adiar o momento. Quando acabarmos o curso é que vai ser, vamos trabalhar para nós, passamos a ser independentes e não temos de dar contas a ninguém. Não, afinal é quando estivermos seguros no trabalho. Afinal é quando sairmos de casa dos pais, aí é que vai ser (pelo andar da carrugagem no meu caso será aos 50). Vai ser quando encontrarmos a tal pessoa. Quando formos promovidos. Talvez quando perdermos uns quilinhos. Quando tivermos aquela roupa. Se comprarmos mais umas botas, pode ser que sim. Quando vier a reforma, é aí.

Andamos sempre nisto. E vai-se a ver, não somos felizes NUNCA.